Sem categoria

Resenha – Nosferatu

Fala galera, tudo bom com vocês?

Gostam de livros de terror/suspense? Curtem Stephen King? Então vocês precisam ler a resenha desse livro que é maravilhoso. Estou falando dele, Nosferatu – Joe Hill. Pra quem não sabe, o Joe é filho do Stephen King, e está seguindo os passos do pai, que é considerado o mestre do terror, por todas suas obras magnificas que um dia eu lerei rsrsrs. Então vamos a resenha.

NOSFERATU_1403636845BLivro: Nosferatu
Autor: Joe Hill
Páginas: 624
Gênero: Terror/Mistério
Editora: Arqueiro
Nota: 🍦🍦🍦🍦

Sinopse – Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem. Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões: a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor. E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca… e acaba encontrando Charlie. Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic. Perturbador, fascinante e repleto de reviravoltas carregadas de emoção, a obra-prima fantasmagórica e cruelmente brincalhona de Hill é uma viagem alucinante ao mundo do terror.


“Existem dois mundos, o mundo real com os seus fatos e regras irritantes, onde as coisas são ou não verdadeiras, em geral é um saco. Mas as pessoas também vivem no mundo dentro da própria cabeça. Uma paisagem interior, um mundo de pensamento. Nele, as ideias são fatos. As pessoas criativas… escritores, por exemplo… passam grande parte do tempo nos seus próprios mundos de pensamento. Os muito criativos, porém, são capazes de usar uma faca para abrir a costura entre dois mundos.” (p. 99-100).

Victoria é uma dessas pessoas criativas, quando monta em sua bicicleta Raileigh ela é capaz de atravessar o Atalho, uma ponte coberta que existia no bosque próximo a sua casa, que agora existe apenas em sua mente, e através dele ela pode encontrar qualquer coisa que estiver perdida, uma pulseira, uma foto e até pessoas se elas não estiverem em movimento, afinal, uma ponte precisa estar ancorada em um ponto fixo.

close errado
Atalho dae Vic Mcqueen

A bibliotecária Maggie Leigh também possui uma forma de alcançar o mundo da imaginação, seu jogo de palavras cruzadas é capaz de soletrar o que ela quiser saber e em alguns casos até o futuro. Charlie Manx possui seu Rolls Royce, o Espectro, com placa NOS4A2.

            “Leia o quatro como four e o dois como two: a placa forma a palavra nosferatu* (…) é uma das minhas piadas internas.” (p. 62).

Ele sequestra crianças e as leva para a sua paisagem interior, a Terra do Natal, onde não existem escolas, doenças, castigos e onde todo dia é natal com presentes e chocolate quente. Porém, quem vai para a Terra do Natal não volta mais. Manx é o grande vilão desta história, ele suga a infelicidade das crianças e as deixa como marionetes que sorriem de qualquer coisa, seja ruim ou não, apesar de ele não se ver como tal e acreditar que está prestando um serviço real para as crianças que pega. No dia que Victoria quer encontrar confusão, sua ponte a leva até a casa de Manx, ao chegar lá perde sua bicicleta dentro do Atalho e não poderá mais voltar por ele, Vic toca fogo na casa de Manx e foge dele, na fuga conhece Lou Carmody um nerd super fofo que a ajuda a escapar.

Victoria escapou, mas não teve uma vida de vitoriosa, seus pais se separaram, começou a fumar, beber, se encheu de tatuagens e a receber ligações das crianças que estão na Terra do Natal. Tudo isso a enlouquece, fica internada em um hospício até se convencer que tudo não passa de imaginação, se afasta cada vez mais do seu filho Wayne, até que Charlie Manx o sequestra para se vingar dela e agora ela precisa se convencer que não está louca e salvar seu filho com toda a ajuda que encontrar enquanto o FBI a persegue por acreditar, devido ao seu histórico psiquiátrico, que ela fez alguma coisa com o próprio filho.


Nosferatu é um livro que demorei um pouco para ler, achei a história meio arrastada, mas em suma é uma boa história, só não acho que seja o meu estilo. Na primeira metade achei meio lento, eu comecei a gostar quando Victoria começou a perseguir Manx, os capítulos alternam entre ela, ele e Wayne. O modo como eles se relacionam, mas, o maior impulsionador para terminar a história é saber como tudo vai terminar. O que vai acontecer com os personagens? Wayne conseguirá ser salvo por Vic? Manx morrerá finalmente? Será preso?  Victoria mudará de vida?

* Nosferatu é uma palavra de origem românica, sinônimo de vampiro.


Então é isso gente, espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje. O livro se mostra um pouco arrastado no inicio, mas com o desenrolar da narrativa as coisas vão melhorando, e você vai cada vez mais querendo saber o que vai acontecer. Beijos e até a próximo post.

Déborah Regina

 

Anúncios

4 comentários em “Resenha – Nosferatu

  1. Caramba,não sabia que o Joe Hill era filho do lendário Stephen King , e pelo visto ele está mesmo seguindo os passos paternos , a trama parece ser angustiante e intensa , mesmo com essas partes morosas que você ressaltou. Esse tipo de leitura me interessa,mas quase não leio nadinha do gênero…

    Preciso sair um pouco da minha zona de conforto e começar a me aventurar por histórias mais sinistras e nadinha focadas em romance.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu adorei este livro. Ele é um pouco arrastado mas me deu um baita medo e por isso preciso o Joe Hill ao pai dele. Nossa, fico me imaginando ter que fugir de um vilão destes. Este livro vai virar seriado e já foi confirmado.Espero que seja algo bom e que não destruam o que criei na mente.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Também fiquei pasmo quando soube que ele era filho do Mestre King :O – Eu amo esse gênero liteário ❤ – É sempre bom mesmo sairmos da nossa zona de conforto e se aventurar em novos gêneros. Beijos e obrigado pelo comentário Bia ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s