Sem categoria

Magnus Chase – A Espada do Verão – Resenha

Bom dia pessoal,

   Estive meio sumida por aqui, mas já estou de volta, com a resenha do primeiro livro da nova trilogia do autor Rick Riordan, Magnus Chase e os deuses de Asgard, A Espada do Verão.

  
Título Original: The Sword of Summer
Autor: Rick Riordan
Gênero: Aventura, infanto-juvenil 
Ano: 2015
Editora: Intrínseca

   A Espada do Verão é o primeiro volume da série Magnus Chase e os deuses de Asgard, do conhecido autor de Percy Jackson, Rick Riordan, depois de conhecer as histórias da mitologia grega, romana e egípcia embarcaremos dessa vez na mitologia nórdica. 

   Magnus Chase está prestes a completar 16 anos, mora nas ruas de Boston há dois anos, desde o terrível acidente que matou sua mãe, não mantém contato com nenhum de seus parentes, conforme sua mãe lhe alertou, porém certo dia Magnus acorda com seus amigos de rua, Blitz e Hearth, lhe avisando que há pessoas procurando por ele, Magnus tenta fugir ao descobrir que se trata de seu tio e sua prima que estão em sua busca a pedido de seu outro tio, o qual sua mãe alertou para que mantesse distancia, em meio a um dia tumultuado, Magnus encontra esse outro tio, que diz que ele precisa recuperar uma herança de família, algo da parte do pai de Magnus, algo que está no fundo de um rio em Boston, Magnus pensa que tudo aquilo é loucura, mas ao chegar às margens do rio, ele consegue invocar uma velha espada e depois disso tudo vira de cabeça para baixo, Magnus precisa enfrentar um cara estranho que aparece tentando lhe roubar a espada, um gigante do fogo, que luta com Magnus ao mesmo tempo que coloca fogo em partes da cidade, seus amigos aparecem para tentar ajudá-lo, eles não conseguem fazer muito por Magnus, que luta bravamente com o gigante, mas em um golpe final, Magnus acaba alvejado e lançado rio abaixo. Surpreendentemente Magnus morre, mas é depois da morte que tudo faz sentido, que ele vai encontrar explicação para tudo aquilo que viveu momentos antes de morrer. Depois de morrer Magnus vai para um lugar chamado Valhala, um hotel onde os heróis mortos em combate vão numa pós vida, é nesse lugar que Magnus vai começar suas aventuras, lá ele conhece várias pessoas, inclusive uma garota chamada Samirah, que na verdade foi a responsável por levá-lo pra Valhala. Muita coisa acontece e Magnus parte em uma missão para encontrar sua espada que foi perdida no momento de sua morte e para evitar o fim do mundo e o juízo final. 

  
   Basicamente, esse é um resumo da história sem spoillers, vemos Magnus descobrindo sobre seus antepassados, descobrindo sobre sua nova “vida”, conhecendo novos amigos, partindo em uma missão, conhecendo vários deuses nórdicos, percorrendo vários dos nove mundos e tentando salvar todos esses mundos do juízo final, aprendendo  mais sobre si mesmo.

   Agora vamos para minhas considerações sobre esse livro. Eu gostei de ter lido, porém não foi o melhor livro que li do Riordan, depois de ter lido todos os livros da série Percy Jackson dos olimpianos e Os Heróis do Olímpo, fica muito difícil não se incomodar com a famosa fórmula do autor, ele usa basicamente o mesmo roteiro que já vimos anteriormente, chegando a ser previsível o que viria a cada nova página, não se preocupando em trazer algo de novo para os leitores, além do fato do personagem do Magnus ter atitudes e traços que já vimos no Percy, o mesmo senso de humor, gosto por fazer ironias, tudo isso fez com que eu não me apegasse ao personagem, mesmo o autor tendo feito um paralelo com o mundo de Percy Jackson, não funcionou muito bem, ficou meio vago, faltou profundidade nos personagens, profundidade na mitologia apresentada, faltou um pouco mais de ação, como estávamos habituados nos outros livros. Enfim, é um bom livro para quem está conhecendo agora os livros do autor, não deixa de ser uma leitura divertida, que entretém bem, porém ficou aquém de tudo que já conhecemos do autor.

   O segundo livro dessa série já tem nome e será O Martelo de Thor, o lançamento está previsto para 2016. A história desse livro tem um arco que meio que se encerra, porém no último capítulo o autor já deixou uma ponta para o próximo livro.

  
   Bom pessoal, espero que tenham gostado da resenha, procurei ser bem sincera em relação ao que achei do livro, não é um livro ruim, mas penso que já estou saturada dos livros do autor.

   Eu recomendo esse livro se você nunca leu nada do autor, vale a pena se aventurar, mas se você ja leu e não se importa com a fórmula do autor, leia esse, provavelmente irá gostar, o livro tem seus pontos positivos também, como uso de referências de cultura pop.

   Se alguém já leu, deixe nos comentários, vamos conversar, se você pretende ler, também comente. 

Uma ótima semana para todos vocês.

Beijos e abraços,

Miriana ❤️

Anúncios

3 comentários em “Magnus Chase – A Espada do Verão – Resenha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s