Sem categoria

Resenha – Eu estive aqui

Fala galera, tudo bom com vocês?

Hoje eu venho trazer para vocês a resenha do livro Eu estive aqui – da autora Gayle Forman (Autora de Se eu ficar). Esse livro eu recebi de parceria com a editora Arqueiro, e estava um tempinho parado na minha estante. E como eu estou atolado de coisas da faculdade, eu resolvi chamar uns amigos para me ajudar nas resenhas do blog. Essa resenha foi minha amiga Má (apelidos rs) que fez, e eu espero que vocês gostem.


download

Livro: Eu estive aqui
Autor: Gayle Forman
Páginas: 240
Gênero: Romance/Drama
Editora: Arqueiro
Nota: 🍦🍦🍦🍦

Sinopse – Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo. Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo… e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.


Gayle aborda um assunto bastante delicado no livro, o suicídio.

Meg e Cody são melhores amigas, cresceram juntas, convivem juntas na casa dos pais de Meg que de certa forma adotaram Cody, elas se separam quando Meg vai para Tacoma fazer faculdade, e ficam um tempo sem se ver. Até que um dia Cody recebe a notícia de que Meg está morta. Cody fica inconformada com a notícia, de que sua melhor amiga de infância, toma um frasco de veneno em um quarto de motel. E o que toma conta de Cody não é a tristeza, mas a dúvida.

Cody não conseguiu entender o porquê de Meg ter feito aquilo, se estava com problemas porque não procurá-la, porquê guardar tanto sofrimento e tomar a decisão sozinha. Os pais de Meg pedem para Cody buscar os pertences da amiga em Tacoma, ela determinada a entender a perda da amiga, aceita, e o mistério começa a se desvendar quando ela chega a república em que Meg morava e percebe o quão solitária a vida da amiga era. Cody também conhece os amigos, os lugares, e até um misterioso guitarrista chamado Ben, que se envolveu com Meg e ao que tudo indica pode estar escondendo alguns segredos.

“Você tinha um monte de pedras nas mãos, então resolveu limpá-las, deixá-las bonitas e fez um colar. Meg ganhou um colar de joias e se enforcou com eles.”

O surpreendente é que Cody encontra um arquivo no computador da amiga que é impossível de abrir e com ajuda de um colega nerd de Meg, ela começa a descobriu os motivos da morte misteriosa da amiga. Cody se envolve com todos que fizeram de alguma forma parte da vida de Meg em Tacoma, fica com o notebook e descobre mais e mais o lado sombrio da amiga, descobre um fórum que Meg participava sobre suicídio. Cody chega até o fim na busca que toma reviravoltas. E no fim Cody tem uma grande revelação sobre sua amiga.

É assim que funciona com as mentiras. A primeira é difícil, a segunda é mais fácil até que saem da sua boca com mais facilidade do que as verdades. Talvez porque sejam mais fáceis que elas.”

Mas “Eu Estive Aqui” não foi um livro totalmente perfeito. Percebi que Gayle Forman não procurou dentro do seu mistério, romance e drama surpreender o leitor no final, o fim estava de certa forma premeditado. É um livro reflexivo sobre o tema que Gayle desenvolveu de muito profunda. Um livro para se ler de forma a pensar o que passam as pessoas com o mesmo problema de Meg. Um livro sobre amadurecimento, superação e que aborda um tema difícil de ser discutido, mostrando que as pessoas precisam de ajuda, por mais que todos achem que a doença abordada no livro é só uma bobagem. Precisamos mudar a forma de ver isso.

12306030_1044529988924532_87894340_n


Então é isso pessoal, espero que tenham gostado da resenha. Confesso que essa autora não me atrai nenhum pouco com suas historias, desde que li Se eu ficar, me decepcionei totalmente. Não diria que é de todo ruim os seus livros, mas eu sempre acabo esperando mais. Deixem nos comentários o que acharam da resenha, e se já leram algum livro da autora, o que acharam. Beijos e Abraços e até a próxima, Falou.

Junior Cunha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s